EURATÓRIA

Início » Posts tagged 'pessoal'

Tag Archives: pessoal

os anos que não faço no meu dia de anos

Por um lado, faço hoje anos.

Por outro, não faço.

Segundo algumas fontes, celebro hoje 48 anos.

De acordo com outras, tenho 57.

Acordei hoje e senti-me exactamente como me sentia ontem.

Muitos dos meus amigos, felicitaram-me hoje.

Muitos dos meus amigos, felicitaram-me há 25 dias.

Alguns dos meus amigos felicitaram-me há 25 dias. E hoje.

A acreditar no zodíaco, sou peixe.

A acreditar no mesmo zodíaco, sou aquário.

Fonte 2.0 bem informada afirma-me nascido em Fevereiro.

Fonte 2.0 também bem informada afirma-me nascido em Março.

Vou ver:

facebook.com. enter. perfil.

Descubro sobre mim próprio inusitadas coisas:

Nasci hoje, há 48 anos.

Era bom.

Sou do género masculino.

Certo.

A minha cidade natal é Lisboa.

Mas nasci em Macau.

Vivo em Lisboa.

É verdade.

Trabalhei no jornal Público.

Perdão?!

Fiz o liceu no Pedro Nunes.

Bem, sei do liceu de Lourenço Marques, do Colégio Militar, do Passos Manuel, do Liceu de Nova Lisboa, do Paulo Dias de Novaes (em Luanda), mas não me lembro do Pedro Nunes… nem cabia na lista, pois não?

Estudei na Universidade Católica.

Sim, em parte dos meus estudos universitários (pós-graduação, mestrado), mas a licenciatura fi-la na Clássica.

Que mais?

O melhor é fazer copy paste:

Birth Date March 17

Birth Year 1966

Leio e releio.

Birth date March 17

Birth Year 1966

Era tão bom, não seria?

Conclusão e consequências

A não ser num estado de sonambulismo descontrolado que não creio suceder-me, nunca escrevi no meu perfil de FB as afirmações que hoje aí descobri.

Tudo começou ontem à noite, com as primeiras mensagens de felicitações. Hoje começaram a chover simpáticas palavras de parabéns. São assinadas pelos chamados amigos do FB, mas também por pessoas com quem estou amiúde. Há até casos curiosos, pelo menos duas pessoas que me felicitaram de novo (já o tinham feito há algumas semanas). Com alguns dos felicitantes estou menos vezes do que gostaria, as missivas recebidas recordam-me o quanto os estimo. Todos, com sinceridade, me felicitam pelo meu aniversário.

Obrigado a todos.

Há só um insignificante senão: é que não faço anos hoje. Muito menos 48! Isso queria eu. Fiz anos há 25 dias: mais 9. Seria então de repetir, adaptado, o poema de João de Deus:

Com que então caiu na asneira/de fazer na quarta-feira (dia 19 de Fevereiro)/57 anos/ que tolo!/Ainda bem que os desfizeste/numa qualquer segunda-feira/pois tê-los feito não parece/de quem tem muito miolo.

Asseguro e assino por baixo: nunca escrevi os dados que surgem no meu perfil de FB. Vou contemplá-los durante uns dias e a seguir corrijo-os.

Entretanto, quem quer que seja que teve acesso ao meu código e deste modo me rejuvenesceu e pôs a trabalhar, a estudar (e a nascer) onde eu não trabalhei, nem estudei (nem nasci), bem-haja. É mais simpático ter 48 anos do que 57 (e ser jovem e bonito e com saúde), é um privilégio serem-me atribuídos estudos no Pedro Nunes ou na Católica, muito gostaria de ter nascido na cidade da minha v ida (e não em Macau, aonde nunca mais voltei).

Além de que a frase que esse desconhecido benfeitor diz ser a minha favorita, não sendo o caso – muitas outras mereceriam a definição -, é apesar de tudo oportuna:

Que é pois a Europa? Se ninguém me pergunta, sei exactamente o que é; se quero explicá-la a quem mo pergunta… não sei. (Santo Agostinho?)

Isto é: que é pois o FB? Se me perguntam, consigo explicar exactamente o que é; se ninguém me pergunta é que não tenho ideia nenhuma.

Disponham à vontade da minha identidade.