EURATÓRIA

Início » Info UE » Notícias da União Europeia – a semana 11

Notícias da União Europeia – a semana 11

Um eurobarómetro recente revela um aumento da desconfiança dos europeus com a União Europeia; ao mesmo tempo, as pessoas querem mais informação sobre a forma como a União influencia as suas vidas. No euratória, modestamente, aqui vai a minha contribuição: sinteticamente, as notícias de cada semana. Não são obviamente todas, nem sequer as mais importantes, avaliação necessariamente subjectiva. Mas são as que me sensibilizaram…

A semana 11 (9 a 15 Março 2013)
Dias 9, 10 e 11 (sábado a segunda): a Comissão Europeia confirma intenção de limitar os salários dos gestores das empresas cotadas em bolsa, incluindo as reformas douradas e indemnizações. Concretizar-se-á, esta vontade manifestada pelo Comissário Barnier (com o pelouro do Mercado Interno)? Jean-Claude Juncker, respeitado político europeu, primeiro-ministro do Luxemburgo e presidente do eurogrupo (zona euro) até há pouco tempo, afirmou que a crise europeia pode redundar numa nova guerra. Os velhos fantasmas não se sumiram, disse, e engana-se quem pensar o contrário. Exagero ou não, é bom que os europeus não esqueçam a sua atormentada história. É que, no continente (não no espaço da União), ainda há cerca de 15 anos houve guerra… e sanguinária. A comissária europeia para a agenda digital, Neelie Kroes, anunciou a criação do Academy Club, que permitirá a jovens europeus adquirir competências em tecnologias de informação. Com uma carência em competências nesta área estimada em 700 mil empregos em 2015, esta é uma oportunidade para… relançar a competitividade europeia e combater o desemprego (particularmente o jovem).

Dia 12 (terça): O Parlamento Europeu aprovou o 2º pacote sobre governação económica, que reforça a supervisão orçamental na zona euro (a caminho da união orçamental?). Eis como o próprio o explica, em comunicado: “(…) O chamado “two pack” autoriza a Comissão a exercer uma vigilância mais apertada sobre os orçamentos nacionais, mas introduz também, a pedido dos eurodeputados, um maior controlo sobre esses novos poderes. (…) inclui garantias para que o crescimento e emprego não fiquem anulados pelo esforço de disciplina orçamental e para que seja estudada a viabilidade de um fundo de amortização”.

Dia 13 (quarta): A notícia mais importante da semana! Ecos em Portugal? Poucos ou nenhuns. Entre o Papa, a notícia do adiamento das metas do défice, os jogos da champions e da liga Europa, os manifestos anti-sistema e a troika, não sobrou espaço para comentar o chumbo, pelo Parlamento Europeu, das perspectivas financeiras 2014-20 (vulgo, um vulgo errado, “orçamento europeu”), “na sua forma actual”. Iniciem-se abertas as negociações. E vejam o meu post sobre este tema…

Dia 14 (quinta): Eleições europeias de 2014 antecipadas para Maio! Ora aqui está uma notícia: há décadas (literalmente, por 5 eleições) que Portugal reclamava uma mudança das datas, possível apenas por unanimidade dos 27 Estados-membros, considerando que a elevada taxa de abstenção nas europeias tinha a ver com as datas habituais da sua realização (sempre em redor dos feriados de Junho). Aí está: portugueses, às urnas!

Dia 15 (sexta): Conselho Europeu, sob o signo do crescimento. Vai sendo tempo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: